1 - Criação duma Academia do FCPorto – construção de raiz;

2 - Centro de estágio com unidade hoteleira, onde inclui: Complexo Desportivo;

Hidroterapia; ginásios; campos de futebol comunicantes com as equipas mais jovens; estúdios de TV; salas para conferência de imprensa; áreas de lazer e refeições; hotel para estágio; centro de reabilitação desportiva; piscina (sauna, jacuzzi);

3– Protocolos com os clubes nacionais e internacionais para captação de jovens talentos;

4– A Formação será a aposta fundamental da política desportiva do Clube;

Scouting – integração de ex-atletas; de escolas do Porto ligadas ao futebol; Reforçar o quadro técnico do Dragon Force;

Topdown das valências do Scouting – avaliação de desempenho semestral;

– Analise SWOT do Gabinete Scouting com regularidade;

8 – Modelo de prospecção nacional e internacional do Gabinete de Scouting em áreas geográficas distintas;

9 – Bolsa de empresários da formação, de acordo com a regulamentação vigente;

10 – Cocriar política de atração de novos parceiros;

11 – Maior envolvimento nos espaços do clube das Filiais, Núcleos, Casas, Delegações;

12 – O Presidente lidera a estrutura do futebol podendo delegar poderes, especialmente, em áreas mais específicas.

13 – Criação de uma equipa de futebol Feminino;

14 - Criação de um Gabinete de Apoio aos Atletas (GAA) e às suas famílias com variadas valências: Psicólogo; Advogado; Nutricionista; etc, etc;

15 – Manutenção do Departamento médico, sempre definido pela Administração.

16 - Fomentar parcerias com clubes da I/II Liga para empréstimos, que visem a valorização dos jogadores e definir regras, de acordo com a regulamentação desportiva em vigor, quanto à sua participação em jogos contra o FCPorto.

17 - Cabe à Administração: coordenar o trabalho entre a formação e a equipa principal; estabelecer protocolos de cooperação com clubes e entidades e novas contratações; implementação de estratégias para o futebol, como a definição da época sempre com a envolvência da equipa técnica;

18 - Ligação dos jogadores aos adeptos de forma mais intensa e regular, através de iniciativas diversas: sessões de autógrafos, Open days, Fóruns, Congressos etc.

19 – Caberá ao treinador principal: Definição da sua equipa técnica, (administração integrará um elemento) e os jogadores a adquirir;

20 – Criação de uma equipa de futsal, numa logica de Academia;

21 – Criação de redes de informação sobre a rentabilidade dos recursos;

22 – Criação efetiva duma Equipa de Glórias, onde se incluiu, a abertura de espaço físico (sede); Jogos; Promoção junto das Filiais, Núcleos, Casas, Delegações; Contactos sociais; criação de uma Liga nova Ibérica, numa primeira fase, alargando posteriormente a outros países europeus;

23 – Os escalões de formação terão de continuar a existir, reforçando as referências futebolísticas do Universo Porto, através de sessões variadas (ex: estágios pequenos e convívios).

24 – Estabelecer uma parceria estratégica, duradoura, com clube na zona Norte do país de modo a reforçar uma presença importante, numa área geográfica onde se desenvolva o Universo Porto.

25 - Protocolo de Formação entre os maiores clubes europeus – parcerias variadas entre clubes;

26 – Aposta na equipa B, mantendo os objectivos, numa lógica de formação do atleta, do homem e de jovens talentos, como última etapa do processo de formação para aceder a equipa principal.

27 - Analisar a possibilidade da existência de clubes satélites em escalões inferiores e/ou analise extensiva, a outras Ligas.

28 – Criar e reforçar um Gabinete de Psicologia e Apoio Escolar (GPAE), através de uma maior ligação à comunidade educativa. (Objetivo: envolver a comunidade de forma transversal, em todos os escalões, aprofundando a sua capacidade de intervenção, nas escolas incluindo padrões de vida saudável)

29 - Desenvolver um Gabinete de Alto Rendimento e Treino Especifico (GARTE), adaptado aos tempos atuais, por ser determinante no desempenho regular da equipa, sendo a mesma definida, por departamento específico e com acompanhamento do treinador da equipa principal. Apesar de já existir, deve ser reforçada a sua existência, de forma a ultrapassar as paragens, como a que a Pandemia obrigou e apanhou todos desprevenidos.

We use cookies to personalize content and to analyze our traffic. Please decide if you are willing to accept cookies from our website.