30 - Pay-per-view no Porto Canal;

31 - Tour Porto/FCPorto/cidade/caves – pack integrado: o Estádio + Museu + cidade e caves – protocolo com operadores turísticos.

32 - Reforçar a Marca Porto - continuar a gerir um dos maiores ativos do Clube, com a cidade e o Vinho da Região. Manter políticas de expansão da marca, consolidando e desenvolvendo os seus territórios, acrescentando as vertentes nacionais e internacionais, que lhe tem permitido conquistar: a Rota do vinho; a Rota de aldeias; os Barcos; o Douro; Cidade do Porto; 

33 – Criação de um Museu, no Hotel do Edifício dos Aliados, do FCPorto;

34 - Concertos e grandes eventos. Oferta integrada de Estádio, Museu, Dragão Arena e Campo da Constituição;

35 – Associados e Quotas;

Reformado, ajustado ao rendimento mensal;

Sócios - incapacidade acima dos 60%, com Pensão Social de Inclusão;

Pack família – (descontos para jogos/família)

36 – Objetivo mandato: 150.000 Sócios efectivos, com quotas pagas;

37 - Reforço da oferta comercial, de forma integrada e multiplataformas (suportes comerciais e publicidade);

38 - Sócios aniversariantes com acompanhante - visita ao Museu, gratuita.

39 - Sócios com mais de 50 anos de associado - visita ao Museu, gratuita;

40 - Reajustamento da política de comercialização do Estádio, Museu, Pavilhão e Campus, nomeadamente no que diz respeito aos patrocínios, camarotes, aumentando os participantes.

41 - Integração de modelos escolares do Concelho, permanentes, em jogos no Estádio;

42 - Integração e incremento do Grupo Organizado de Adeptos (GOA), como base de apoio a equipa, com reforço e aumento dos protocolos. Proposta extensiva nas viagens para acompanhantes integrados nos GOA.  

43 - Convites para o camarote presidencial regulares e com critérios definidos;

44 – Reserva prévia de lugares no Camarote Presidencial para sócios acima dos 50 anos, a convite do Presidente;

45 - Estratégias de envolvimento dos sócios no Clube, fomentando a participação em tertúlias; em Eventos diversos; no Dia do emigrante; no Dia do Sócio; no Dia do sócio Júnior – (reforço da mística);

46 - Criação da Figura do Sócio Embaixador (nomeado anualmente);

47 - Dinamização de ações que reforcem o sentido de pertença e o Orgulho Portista, com iniciativas específicas, nomeadamente ao nível de eventos e de novas aplicações – alínea 14, c), d) e).

48 - Estádio Inteligente (Smart Stadium) - explorar soluções suportadas em estruturas digitais, modernizando, simultaneamente os espaços e as novas funcionalidades oferecidas pelos videoscreens, platibandas digitais e rede de WI-fi. Criar redes transversais de comunicação.

49 - Protocolar com a C.M.Porto a comemoração SEMPRE nos Aliados, de todas as conquistas do Clube.

50 - Protocolar com os patrocinadores o uso da Camisola azul e branca... a nossa marca;

51 - Reforço da área de licenciamento (produtos e serviços) explorando todo o potencial da Marca através do controlo, vigilância e luta contra a contrafação, desenvolvendo ações de sensibilização para que este flagelo, não afete gravemente as receitas do nosso Clube;

52 – Jogos Santa Casa: estudar viabilidade de venda de jogos da Santa Casa, através da instalação de terminais nas Lojas, Delegações, Filiais, Casas e Núcleos do FCPorto revertendo parte do lucro da receita do que é vendido, para as respectivas;

53 - Criação de protocolo com a Santa Casa de um jogo para o FCPorto – ex: Raspadinha do Dragão; (receita reverte para os GOA e para o FCPorto em Partes iguais de forma a patrocinar as viagens dos GOA);

54 – Criação de uma comissão de apoio (sócios em permanência) para implementar um novo modelo associativo das Delegações, Casas, Filiais e Núcleos do FCPorto;

55 - Brand na marca FCPorto Internacional:

Presença em Feiras de turismo, onde será possível a inscrição de novos sócios e venda de Merchandising – proximidade com os sócios fora do país;

Investir no mercado espanhol (46 milhões de hab.).

Proposta de criação à UEFA, de uma Liga de Glórias Ibérica/ ou Europeia;

Protocolo com a Associação Porto e Norte de Portugal – presença com mesa e produtos – se possível acrescentar trofeus no Stand;

Brand FCPorto - juntar as Marca Porto – vinhos e cidade.

56 – Convite aos sócios. Proximidade com os sócios permanente. O Presidente contacta os sócios para visitarem o estádio e as instalações em épocas festivas.

57Dia do FCPorto - presença massiva e obrigatória dos Órgãos Sociais, Casas, Delegações Filiais e Núcleos - Transmissão TV obrigatória da Porto canal;

58 – Criação de frase emblemática e mobilizadora para futuro, com música;

59 - Reformulação da Gala Dragões de Ouro: convites aos sócios;

60 – Gala Dragões de Ouro – Transmissão pela Porto Canal. Festa anual participada, pelos sócios nas galerias, (Convite gratuito).

61 - Dinamização da área de eventos, próprios e a terceiros, potenciando e explorando os diversos espaços disponíveis no Clube de forma intensiva – ex: Corrida do Dragão;

62 - Protocolar com Associação da Cidade, a intensificação das corridas de rua temáticas e atividades de diversão na cidade – Receita reverte para o Clube, para as Delegações, Casas, Filiais e Núcleos do FCPorto e para os GOA, em partes iguais. Envolvimento protocolar com os GOA. (ex: Corrida de adeptos FCPorto).  

63 – Criação de Open Day gratuito aos sócios;

64 - Participação do Brand FCPorto em Feiras de Turismo, fora da Europa – Mercados em análise com o Turismo do Porto (Canada, China, EUA etc.) 

65 - Entrega de emblemas a sócios com 25, 50,75 anos, com a presença do Presidente,

66 - Jogos das Modalidades transmitidos na Porto Canal.

67 - Porto Canal pago – oferta a sócios emigrantes e Delegações, Casas, Filiais e Núcleos do FCPorto;

68 - Porto Canal - Canal de cabo Mais FCPorto, (FCPorto detém cerca de 84%) onde conste um alargado Universo Portista: Debates entre sócios; Debates e conversas com jogadores; Ex- jogadores devem ter presença assídua no canal. Grelha remodelada em função do FCPorto. Criação de programas Brand Porto com protocolo.

69 - Reforçar todo o Corporate, fortalecendo as ligações com os parceiros a par da dinamização da componente, de activação de marcas;

70 - Manter os acessos (canais) de bilhetes como um dos principais produtos, estudando formas contínuas de renovação, privilegiando sempre os Sócios – Principio da igualdade;

71 - Merchandising: manter a política expansionista ao nível da oferta, na gama de produtos e na rede de distribuição - alargamento dos pontos de venda, através de redes próprias e de terceiros, tanto em canais off como on-line.

72 – Ligação Permanente aos setores chave da atividade da cidade (ex: turismo) de forma a promover o Brand FCPorto, junto dos operadores;

73 – CPLP - Potenciação do valor Marca Porto, através da gestão da sua imagem e reputação. Explorar todo o potencial de expansão internacional com especial atenção nos países da Lusofonia e da nossa diáspora;

74 – Criação da Secção de Coleccionismo, sediada nas instalações do clube e representada por um dos directores e sócios, com objetivos de:

 – Recolha de todo o espólio espalhado e perdido, para posterior apresentação em Museu e/ou exposições.

- Apoio a Exposições externas do clube dignificando-as, com a presença do Presidente ou Órgãos Sociais; 

Criação de exposições temáticas;

Criação de Feira, sobre Coleccionismo, nas imediações do Estádio (aberta a sócios e simpatizantes). Receita reverte, em partes iguais, para a Secção, Delegações, Casas, Filiais e Núcleos do FCPorto;

Espaço para sessão de autógrafos, com todos os jogadores do clube, nas diversas modalidades;

75 - Aposta forte na imagem do Dragon Force, junto das comunidades de sócios nacionais e internacionais. Alargamento transversal a toda a região Norte, com a inclusão de uma escola no Algarve;

76 – Protocolo com os STCP e/ou operadores privados, para a criação dum Shuttle FCPorto, que possibilite maior mobilidade ao GOA e aos adeptos que viajam, do aeroporto, em dia de jogos;

77Naming do Estádio do Dragão, Dragão Arena, Centro de Estagio do Olival e Campo da Constituição: Venda dos direitos de Naming a longo prazo. A venda dos direitos do nome será apresentada aos Sócios em Assembleia Geral, acompanhada de dados concretos e salvaguardando o nome das suas referências. Decisão dos associados, sempre em AG.

78 – Criação (incorporação) da Figura (do instrumento) “Referendo” nos Estatutos do Clube, para ações importantes no futuro do clube.

We use cookies to personalize content and to analyze our traffic. Please decide if you are willing to accept cookies from our website.